20 abril 2007

ELE É VIADO? Ah, tá...é para eu sentar do seu lado. Claro.

Dizem que a surdez é o primeiro sintoma da homossexualidade. Se isso é verdade, devo me tornar uma lésbica em breve.
Todo dia falo com Mr T no telefone antes de dormir, e ele já está ficando puto comigo porque é politicamente incorreto e não tenta compreender as deficiências dos outros (acho que vou apanhar de toalha molhada por causa disso. Vou ter que sacar da bolsa aqueles meus óculos escuros enooooooooormes de mulher que apanha do marido rsrs).
Os diálogos têm se desenrolado mais ou menos assim:
T: _Então boa noite, amor. Te amo.
(eu entendo tchau, então respondo igualmente)
B:_ Tchau.
T:_TCHAU????

ou ainda:
T:_Love you, amor.
(e eu entendendo Valeu, respondo)
B:_ Valeu, amor
T:_VALEU? VA-LEU?!

A comunicação no mundo moderno é muito difícil. Especialmente para os deficientes-auditivos-pré-homossexuais. Nossa última conversa foi:

T:_ Boa noite, amor. hfyurkyjguyli.
B:_ HEIN? Can you repeat, please?
T:_gjkluiguç.
B:_MAMEUDEUSDOCEU! O que é isso?
T:_ Toda noite eu falo te amo, love you etc etc e você nunca entende. Então qualquer coisa que eu falar dá no mesmo. Agora só vou falar iylkihkçihypçoiu para cada vez que você não entender o meu "Te amo".
B:_¬¬

Como minha deficiência auditiva é UMA DEFICIÊNCIA, não uma opção. Eu não posso escolher ouvir o que ele fala. Então na dúvida, qualquer coisa que ele diz eu respondo Te amo!
T:_ Como foi seu dia?
B:_Te amo.
T:_Você acha que o PFL continua o mesmo ou a troca de nome inclui uma troca de ideologia?
B:_Te amo.
T:_Quem vai ser o campeão da Libertadores da América?
B:_ Te amo!

(T, já duvidando da minha boa fé, manda a definitiva)
T:_ Me dá seu cu?
B:_ Te amo.

Acho que agora ele acredita que sou surda. Surda não. Deficiente auditiva.

7 comentários:

Mr T. disse...

Claro que sempre há vantagens. Vc, sendo surda, não vai ouvir quando eu disser "puta que o pariu, que vizinha gostosa essa"... Show, gostei...


hgasdghsad

B. disse...

Olha a birra! Vai ficar sem bobó!

Mythus disse...

Você pode dizer que não compreende o "idioma" (paulistano) dele e que só fez curso de línguas técnico, por isso que não se confunde quando ele está digitando no eme-esse-ene.

Marcelo Amado disse...

Hein?

R. disse...

Eu gostei da técnica.
E da tréplica.

No meu tempo tinha um aparelhinho que chamava "audisom" -pra quem não escuta ou não entende bem as palavras-, era vendido no 011 1406, juntamente com as meias vivarina, facas ginsu e óculos ambervision. As vezes ajuda.

E acho que voltei :)

Bjs

aNNaFLaVia disse...

ahahahaha

Boa saída!!

Beijos

Débora! disse...

auhieuhaeiuahue
Me achei neste post
eu sou igual
nunca entendo o te amo e sempre penso que é tchau. Ou vice-versa. Adorei esse blog.
=DD