30 dezembro 2011

Encosto de Dona Maria

Eu não gosto de fazer faxina. Ok, isso foi um eufemismo. Eu ODEIO fazer faxina.
Mas existe um fenômeno que eu batizei de "encosto da Dona Maria" e ele funciona da seguinte maneira:
se a casa está suja, eu finjo que não estou vendo. Fico um pouco incomodada, mas beleza.
Agora... se eu resolver fazer faxina, desce esse encosto e aí, meu nêgo, fudeu. Porque depois que eu termino, eu fico absolutamente neurótica e cada farelinho no chão é motivo para me deixar bem puta. Eu viro o capiroto com vassoura e esfregão.
Tenho pena do namorado nessas horas.

3 comentários:

Ana disse...

ahuahuahuha!!!
Capiroto foi a melhor!!! rs...

Desejo que você:
Não tenha medo da vida, tenha medo de não vivê-la.Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes.
Só é digno do pódio quem usa as derrotas para alcançá-lo.Só é digno da sabedoria quem usa as lágrimas para irrigá-la.
Os frágeis usam a força; os fortes, a inteligência.
Seja um sonhador, mas una seus sonhos com disciplina,pois sonhos sem disciplina produzem pessoas frustradas.
Seja um debatedor de idéias. Lute pelo que você ama. (Augusto Cury)

Feliz Ano Novo, e que 2012 venha cheio de novidades, surpresas e bençãos de Deus!

bjão,

Ana

Pan disse...

Gente, eu sou quase igual!
Só que eu gosto de faxina, só que quando eu faço aqueeeela faxina, a raiva potencializa quando alguém da uma sujadinha ou uma bagunçadinha, eu fico a louca das calcinhas.

Feliz Ano Novo!!!
Beijo!

Julia Franco Gomes disse...

Não há coisa pior do mundo do que fazer faxina e alguém sujar logo depois ooooooo tristeza