14 junho 2010

Fudidos forever

Você até pode tirar a pessoa da pobreza, mas não tira a pobreza da pessoa. Porque fudido que é fudido quando vai num café chique no dia dos namorados em Campos do Jordão, ao ver a vela decorando a mesa, vai usá-la para esquentar as mãos. True story.

7 comentários:

Karine disse...

É quando o ranço de pobre não sai da gente, menina!

Mãos disse...

Pelo menos esquenta as mãos!!

Dona Mila disse...

Sou mais agarrar a caneca de capuccino com as duas mãos. Não que não seja sinal de pobreza (oi, já ouviu falar em luvinhas?), mas é menos trágico que ficar espalmada na vela. E - juro! - muito mais eficiente. :)

Historias de Depois... disse...

Pelo menos não levou pra casa!

kalli disse...

Olá
respondi seu coment no Beleza sem tamanho o link deles é esse http://www.calcegg.com.br/ bjsss

solteiraemsp disse...

Juro que eu achei que havia assoprado... kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Já presenciei...

R. disse...

I'd do the same.

Vim ver se vc ainda existe. Bom descobrir que sim. =)

Bjs