19 outubro 2010

Londres - E a internet como fica?

Minha maior preocupação quando resolvemos viajar para Londres foi: e a internet? Como fica?
Nossos pontos de interesse já estavam meio que resolvidos, mas a internet seria fundamental para que conseguíssemos usar o Google Maps e nos orientarmos, além de poder usar os aplicativos que tínhamos baixado para o Android e que calculavam como usar o metrô e o ônibus de um ponto a outro da cidade.
Seguindo uma dica que vimos em um blog (infelizmente não me lembro qual), a primeira coisa que fizemos foi comprar um chip pré pago da operadora 3 (esse é mesmo o nome da operadora).
Depois que compramos o chip (custou 7 libras), colocamos 10 libras de crédito.
Feito isso, é só entrar no site da operadora e pedir para que seja feito um "ad-on" que vai te dar direito a 500 MB de internet, 100 min de conversação e 1000 torpedos por 5 libras dessas que você já carregou no seu celular.
Foi coisa pra caramba. Eu e o namorado falávamos um com o outro, trocávamos mensagens e usávamos a internet (inclusive no note) e mesmo assim durou até o fim da viagem.
Isso facilitou tremendamente nossas andanças pela cidade, já que sabíamos exatamente aonde ir e como chegar e ainda podíamos pesquisar mais sobre os lugares que pretendíamos visitar e mandar emails e sms pra tranquilizar a família.
Recomendo a todos.

5 comentários:

speechbubble disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
speechbubble disse...

esses teus posts tao me deixando louca pra viajar pra londres (mais ainda, ne hauhauahu)

B. disse...

Vá. É inesquecível.

Clara disse...

namorado?
quando que apareceu namorado na história?
:)

Lilly disse...

Sinal dos tempos. Fui a Londres em 1999 quando ainda nem se falava em Google. Levei um guia da Folha de Londres e "catei" um mapa da cidade no hotel. E nem me perdi. No ano passado, no Canadá, eu carreguei a tabela de horários dos ônibus no iPod Touch. Mas nem usei. Eu curto tecnologia mas ao mesmo tempo me pergunto se não exageramos. Mesmo assim, valeu pela dica! :)