19 novembro 2007

Sobre solidão e vida

E então compreendi que estamos sós o tempo todo na vida.
Nas alegrias e infortúnios
Estamos sós mesmo quando estamos com alguém
E quem sabe o objetivo da vida não seja aprender a gostar da solidão?

15 comentários:

Mr T. disse...

Um viva à solidão.

Taynara disse...

Respondendo a pergunta do post: acho que é sim. Ficar sozinho é algo que a gente precisa aprender a gostar...

E, no mais, ameeeei o blog!! Linkarei e voltarei mais vezes...

Bjs,

Arnaldo Sobrinho disse...

Posso discordar? Acho que é aquela coisa ultrabatida de Cazuza..."pra quem não sabe amar e fica esperando alguém que caiba no seu sonho"...Vou linkar e volto logo.
Beijos.

Ingrith disse...

Um dia eu tava toda triste pq tinha sido "abandona" e uma amiga me falou que a gente fica se apoiando nos outros e qdo essa pessoa "some" a gente cai... Não é idolatrar a solidão mas aprender a não precisa do outro, o que é muito complicado!

Poderosa disse...

Concordo plenamente....
as vezes acho que aprendi...
mas em certos momentos vejo que ñ..
um dia quem sabe neh...

Fábio disse...

Faço minhas as palavras da Poderosa.
Abraço

Beta disse...

Devemos é aprender a ficarmos bem consigo mesmo...o que ás vezes é muito difícil...Beijão!

Chico Sena disse...

A angústia é mãe do amor, que por sua vez é irmão da solidão,da tristeza,...Nos sentimos solitários quando não há alguém para ouvir nossas angústias e nós ouvirmos as angústias desse alguém. Aí... quando encontramos alguém assim, não só nos sentimos acompanhados, como amados também. Triste isso não?

abç

S disse...

LIdona, deixa a neura das provas passarem que vou e chamar para dar umas voltinhas. Dai iremos à praia queimar o trazeiro e passear pelas ladeiras de santa tereza. Vc tem que conhecer o parque das ruinas e o gato que me apareceu.
=D
bjus

Se estava só, pq não veio aqui ontem??? o.O
Ia se divertir muito viu!

Mythus disse...

Pois eu acho que estar só tem prós e contras do mesmo jeito que também tem os dois lados de quando se está acompanhado. A gente é que tem que aproveitar os dois momentos e aprender a dar (e ter) espaço suficiente para não precisar ficar o tempo todo insatisfeito com o estado civil.

Sobre o post anterior: acho que mulher tem uma coisa de gostar de dor (homem também tem, principalmente quando envolve relacionamentos) mas elas vão num crescente: primeiro com depilação em áreas cada vez mais sensíveis, depois a tatuagem e finalmente o parto natural. ;^)

S disse...

B, eu nãopostei tudo que pensei aqui pq era muita coisa, então fiz um post nomeu blog sobre o que penso a respeito.
Bjs e hoje a noite devo te ligar. Vamos conversar.

Babs disse...

Conseguir suportar a si mesmo certamente é uma das lições mais importantes. Demorei muito anos, mas nos últimos tempos até gosto de ficar comigo mesmo, uma companhia simpática... Hehehehe...
Bjos

Miss Pittig disse...

Sabe o que penso sinceramente: depende o tipo de solidão.Deixa eu explicar ficar sozinha é melhor do que pegar um traste pulguento e sofrer anos da vida por causa de má escolha (quando se é cega e não vê esse detalhe logo...).Agora ser sozinha e ser infeliz é um saco, tem que se amar...e aí encontramos o segredo de tudo.
Tudo é diferente quando nos amamos, sozinhas ou não...tudo se transforma.Sabe aquela história: você pode ter 15 ao seu lado e sentir-se sozinha..
No mais toda vez que venho aqui me derreto com a frase do Mário quintna posso por la no blog???

Fabiana disse...

As vezes mesmo solitária não me sinto sozinha. Porque tenho dentro de mim a certeza que sempre existe algo mais me esperando.Porém claro existem dias que pareço a ultima pessoa da Terra vagando sozinha sobre os escombros de um mundo individualista. beijos

Dorothy disse...

Ah minha querida, se for mesmo esse o objetivo da vida eu já aprendi! (Ou quase...) Será que eu já tô pronta pra ir embora?