23 abril 2008

Era uma vez

Tudo seria mais fácil se a Cinderela não tivesse decidido ser independente e se cansado da mesmice do príncipe encantado. Ô cara chato esse príncipe, que passa os sábados jogando pelada, não lê nada além do jornal dos esportes e ainda espera que ela lave, passe e cozinhe.
Ela quer mais é que ele vá morar com a bruxa má e pare de se achar o último sapo da lagoa.
Enquanto isso ela curte seu próprio castelo e procura um cara comum mas que saiba conversar também e não só dar beijos de contos de fada.

11 comentários:

RodOgrO disse...

E em resumo, são esses os contos-de-fada modernos - com algumas variações, claro...

Acredite, às vezes é o príncipe que cansa - principalmente se a princesa é egocêntrica, mimada e irresponsável...

Hã... aconteceu com um amigo meu... O.o

Fabiana disse...

E as vezes não é nem cansaço das partes é falta de compatibilidade. Hoje as Cinderelas se acostumaram a ser Belas Adormecidas ou seja sozinhas em seu leito por anos que quando entra alguém se não é especial mesmo a vontade é de jogar pela janela e sair correndo.

E. disse...

O que me parece hj é que poucas pessoas estão dispostas a serem flexiveis, aceitar o defeito dos outros sabendo que os seus tb irritam porém não são criticados.

Cintia disse...

Oi! Tudo bem? Poxa, gostei mto do seu blog e dos textos. Aliás, comecei um blog por esses dias e quero discutir assuntos do universo feminino tmb. Posso te incluir nos meus links favoritos? :)

Beijo.

J. disse...

Oposto ao esteriótipo da monarquia hereditária e encantada, o sapo cururu aqui veio se retratar por magoar a princesa sensível, pela qual preza sem mesmo estreitar laços além dos blogs. O cururu da língua preza (relés referência a uma banda mineira) não teve intenções de magoar e sim de exaltar o senso de humor da princesa sensível e por isso pede sinceras desculpas. B., me perdoe, não sei como será minha vida sem vc, afinal vc é a única mulher que comenta meu blog e a outra pessoa é meu amigo R. Pelo menos te magoar fez vc voltar ao meu despresível sítio eletrônico.

T. disse...

Nunca gostei de príncipes. Os sapos são muito mais interessantes.

B. disse...

Pra você ver... não foi atoa que alguém o havia transformado em sapo :)

ricardao - tsi disse...

estava de passagem por aqui e curti o seu blog!!!

se puder da uma passada no meu tbm!!
vlw!!

www.zastrich.blogspot.com

abraços.

Sebas disse...

Olá. Gosto muito dos posts. Que bom é conhecer alguém que relata a vida sempre com bom senso de humor e de forma divertida. Mesmo seja com contos-de-fada, ou da velinha maluca, ou dos amores e desamores.
Tudo de bom, parabens e muito sucesso !

Venenoso disse...

gentem!
adorei a atitude!

Christina disse...

Mas se esse sapinho for um príncipe?
- E daí não gosto de sapo!
- Vai que, quando vc beijar, virá seu príncipe?!
- Ecah!!
E sem mais nem menos, o menor que estava quieto, diz:
- E se beijar à toa??

Esse foi o dialogo dos meus sobrinhos qdo vieram passar férias comigo no barco.
um grande abraço
Chris