05 outubro 2006

É de família_ou_Aterrorizando as velhinhas no 910

Minha irmã passou por uma situação ainda pior do que minha atuação como a exibicionista de congonhas...
Ela estava vindo para casa da faculdade, pois entrou de férias ontem e vinha para casa cheia de alegria e expectativa.
Antes de sair do alojamento, contou para o amigo que estava vindo e ele, abnegadamente, resolveu fazer uma doação:
_Olha I., eu vou ficar por aqui mesmo. Então vou te dar uma coisa que ganhei e talvez você precise nas férias lá no Rio...
E sacou vários envelopes de Jontex. Pra mais de trinta...
Ela agradeceu o presente, guardou na bolsa e pegou o ônibus para casa. Na hora de passar na roleta, foi procurar o dinheiro na bolsa e...tcharan!
Óóóóóóbvio que começaram a voar camisinhas por todos os lados do chão do coletivo.
Muitos olhos arregalados, senhorinhas se benzendo e homens safados mordendo os lábios, enquanto a criatura tentava reunir seu presente na "bolsa de Pandora". Pronto: agora eu sou a tarada de Congonhas e ela é a tarada do 910.
Acho que ser a tarada de Congonhas é mais estiloso...mas o fato é que esse tipo de mico deve ser genético. Só pode ser...

3 comentários:

Hades disse...

Pra não restar dúvida, pergunte a sua mãe e ao seu pai se ambos cometeram algum tipo de gafe dessas...

Se a resposta for não para ambos, então pode ser um um gene recessivo e vc's duas deram o azar de serem homozigotas.

Em caso afirmativo pra qualquer um deles, certamente trata-se de um gen dominante...

Viva Mendel, calcinhas e camisinhas.

Te amo.

Veridiana Serpa disse...

hehehehe, fiquei imaginando a cena, totalmente hilária... curta-metragem....:)

Rafael disse...

B., Congonhas é bem mais chique. Avião nem se compara com coletivo, né? Mas o mico dela é muuuuuitooo maior! Na próxima vc deixa cair a calcinha e a cueca de oncinha do Hades, que aí vcs tão no páreo.
E ó, quanto o post abaixo, ao menos se tratando de mim, não posso falar por toda espécie, isso é BALELA. Se for gostar da pessoa é pelo o que a pessoa é, ué. E quem vai querer alguém que goste de você pelo que você finge ser? É como você falou (e muito bem), espontaneidade. Relacionamento hipócrita nem rola...
Bjs e ó, chegou sexta, a semana tá acabando, vai namorar, mulher!

Bjs!