30 outubro 2006

Testando as asinhas

Tempos estranhos estes...
Com meu pai internado há um mês e toda essa incerteza de como vão ficar as coisas, a vida de todo mundo lá de casa parece que está meio em suspenso.
Por mais que tentemos levar as coisas na normalidade, tudo está de pernas para o ar. Nós todos trabalhamos e vamos ao hospital diariamente, mas as coisas evoluem lentamente e de uma maneira difícil: são dois passos para a frente e um para trás.
Agora vivemos em uma casa habitada somente por mulheres (eu, minha mãe, minha irmã, minha avó, minha prima M. e sua filha e minha tia), o que nos traz algum contratempos, como o dia em que a bomba de água não queria desativar e nenhuma de nós sabia tirar o ar (pois sempre foi meu pai quem fez isso).
Apesar de estar unida mais do que nunca a minha família, fico pensando se não é hora de testar minhas próprias asas e ir morar sozinha...É uma coisa que sempre quis, mas ficava adiando, adiando...talvez esperando o príncipe encantado que viria me levar em sua carruagem dourada para a terra do "felizes para sempre".
Tudo isso que vem acontecendo me mostrou que adiar muito os nossos planos não parece uma boa coisa.
É isso.
Ainda pensando...(e olhando os classificados).

4 comentários:

-W- disse...

OLÁ -M-

PENSEI QUE JÁ TIVESSE ENCONTRADO O SEU PRÍNCIPE ENCANTADO

ESPERO QUE SEU PAI SAI DESSA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL, CONTINUE COM O SEU BOM HUMOR HABITUAL, ELE VAI FAZER BEM A ELE.

ABRAÇOS -W-

Buneku_RJ@hotmail.com

L.L. disse...

Acompanho seu blog há pouco tempo, mais adoooooro, vez ou outra dou uma olhada nos arquivos. Estou rezando para que seu pai fique bem. Quanto a ir morar sozinha... eu pensava que qunado saisse da casa dos meus pais seria "a mulher independente" que nada, morro de medo de trocar um simples botijão de gás, aproveita dessas regalias ao máximo enquanto ainda pode. Um grande abraço.

Hades disse...

-W-, ela encontrou... Mas não parece muito com um príncipe... É um Deusinho grego que governa o Tártaro...

Quanto a orar sozinha, só eu sei o quanto eu queria fazer o mesmo, Realmente chega um momento em que a gente cansa de se submeter às regras da casa e acaba tendo essa vontade de nós mesmos criarmos as regras.

É algo bem importante e deve ser pensado com todo carinho. Em todos os casos eu apoio qualquer decisão que vc tomar meu anjinho.

Te amo.

Veridiana Serpa disse...

é engraçado como ás vezes as coisas acontecem e nos fazem pensar na nossa vida de forma diferente, já passei por isso algumas vezes e desejo que seu pai se recupere e que vc encontre seu espaço assim seu princípe encantado pode ir visitá-la, assim como o pai dele, todas as mulheres de sua casa e seu paizinho... bjs