26 fevereiro 2007

Intimidade

abraçados
tua perna sobre a minha
minha cabeça em teu peito
você dorme enquanto te acaricio

deitados
meu cabelo espalhado em teu travesseiro
teu lençol enrolado em nossos pés
você dorme enquanto te olho

cansados
molhados de suor do sexo há pouco vivido
você dorme enquanto te sonho.

16 comentários:

Mr T. disse...

Que lindo amor, vc ta ficando ótima nisso...

Adorei...

Mythus disse...

está tomando estilo... :)

Oksana disse...

Lindo... Deu vontade e saudade. :(

Neanderthal disse...

PO, eu tbm não acho o trabalho do professor improdutivo. So acho que deve ser feito por pessoas vocacionadas e apaixonadas por isso. O que não é o meu caso! =D
Mas pode ser que isso mude, néh!

Sobre o poema, eu só tenho uma coisa a dizer: Cafoninhaaaaaaaaaaaa!
Join the clib! haha

B. disse...

Vc acha cafona? talvez seja, pq amar e ser feliz, para alguns é cafona. Só que eu desejo a cafonice que estou vivendo para todos pq faz um bem pro humor e pra pele que nem te conto, menina! rsrs.

E como já dizia fernando pessoa:
Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)

Mr T. disse...

Aiai, eu adoro ser ridículo com vc amor... E se vc deixar de ser ridícula comigo eu vou ficar bem puto.

Keep cafona, keep loving.

C. disse...

Cafona, brega, ridículo, Intelectual, chique e romântico. Não interessa a forma. Não importa com o que se importam os outros.

Cada um ama do jeito que sente ou sente o jeito que ama. Cada um fala o que precisa e sonha com o que lhe faz bem.

No muito, caberia aqui uma crítica técnica (não que eu saiba fazê-la), mas não devemos ocupar espaços com uma crítica de estilo, pois cada um segue seu gosto e vive aquilo que tem vontade de viver.

Ah... E não me importo que me chamem de brega.

R. disse...

Eu ando tão a flor da pele que qualquer texto deixa meu peito apertado e o coração miudinho... Caralho, esse tal amor, deixa a gente besta.
.
.
Quanto ao seu post anterior, eu acho que sim. Onde tem holofote e confete sempre tem um bando de otário aplaudindo.

Bjs

Perséfone disse...

Adorei.Talvez porque eu seja cafona. Mas sabe, eu adoro acordar com um cafona "Amo vc, querida". Adoro um torpedo cafona, e adoro dançar uma música cafona coladinha com meu Guardião (o rei dos cafonas).

Adoro ler os textos cafonas que meu Guardião cafona escreve para mim. Eu adoro esta vida cafona que tenho levado. Deve ter sido um presente cafona de um Deus cafona, né? =)

Ah, e como queremos o melhor para nossos amigos, eu não posso deixar de fazer uma revelação. Eu nunca vi o Hades (Mr T, como queiram) tão feliz, tão radiante e com uma pele tão boa. Deve ser essa porra de vida cafona que ele leva agora. Mas de quem é a culpa de tudo isso?? É da B., cafona, claro!!!

B. vc é uma cafona sem solução, não há mais o que fazer por vc. E eu fico muito feliz por meu amigo ter encontrado uma namorada com este seu nível de cafonice.(existe esta palavra?)

E viva o "ser cafona", viva o brega, viva a felicidade. Quando amamos e somos amados, irradiamos alegria, amor, e bem estar!

Neanderthal disse...

A frase era para ser "join the club".

E estou doida para a minha hora chegar!!!!

Guardião do Estronho, o Rei dos cafonas! disse...

Flores na chegada do aeroporto, flores na rodoviária, abrir a porta do carro, puxar a cadeira no restaurante, dizer "bom dia, eu te amo" todos os dias, dormir com os pés descobertos porque ela não gosta de cobrir, cozinhar pra ela, por no colo, fazer dormir, escrever textos pós-brega-românticos, criar blogs dedicados a ela...

Porra! Como eu sou cafona! Puta que ME pariu!

Ps.: Fazer uma declaração de amor em blogs de terceiros é cafona? Se for... Perséfone, EU AMO VOCÊ!

B. disse...

Fico muito feliz de saber que não sou a única que anda feliz e completa.
Desejo muuuuuuuuuuitas felicidades a todos que os que esão vivendo algo como eu (ora, ora se isso não é na verdade uma redundância, pq se estão vivendo o mesmo que eu certamente estão felizes) e a mesma felicidade para os que ainda não estão. Tenho certeza que teríamos menos pessoas amargas no mundo se todos estivessem amando!

Bjos a todos
:-)
"Canção do amor que chegou

Eu não sei, não sei dizer
Mas de repente essa alegria em mim
Alegria de viver
Que alegria de viver
E de ver tanta luz, tanto azul!
Quem jamais poderia supor
Que de um mundo que era tão triste e sem cor
Brotaria essa flor inocente
Chegaria esse amor de repente
E o que era somente um vazio sem fim
Se encheria de cores assim

Coração, põe-te a cantar
Canta o poema da primavera em flor
É o amor, o amor chegou
Chegou enfim"
(Viniciua de Moraes)

B. disse...

Eu quis dizer ViniciuS de Moraes. Mas vcs entenderam, né? Afinal, que é o apaixonado/namorado/amante que não conhece o poetinha?

Mr T. disse...

Aiai, essa cafonice toda me deixa tãããããoooo com saudade de um abraço cafona...

Amor, minha cafoninha linda, vem me dar um abraço vem.

zander catta preta disse...

Cafonas do mundo, uni-vos!!!

Anônimo disse...

Não é cafona não, é lindo e de muito bom gosto.