01 setembro 2009

desabafo

Às vezes passo alguns dias sem escrever. Muitas vezes estou sem assunto mesmo, mas umas outras tantas eu me sinto triste e fico com receio de colocar isso aqui nesse blog, que é um lugar que tento manter sempre bem humorado e alto astral.
Hoje é um desses dias deprê-cara-murcha mas resolvi postar assim mesmo, para que ninguém fique pensando que sou a Xuxa e não tenho dias ruins.
Estava meditando sobre essa solidão grande que sinto. Eu fiz muitos amigos durante minha vida, mas perdi contato com a maioria, alguns moram em outras cidades/países/estados, outros tiveram filhos e têm uma realidade bem distante da minha.
Estranho dizer isso, mas tenho poucos amigos daqueles que tocam minha campainha sem avisar, só para dar um alô e beber uma cerveja. Aliás, percebo que não é só comigo que isso acontece. É uma coisa de carioca. Carioca ri, conta piada, tira onda e promete que vai fazer isso e aquilo, mas tudo passa junto com o efeito do álcool. O único estado que tenho como termo de comparação é São Paulo, e apesar de muitas pessoas dizerem que paulistas são fechados, não é isso que vejo. Talvez eles não sejam tãoexpansivos com quem eles não conhecem, mas as amizades me parecem mais profundas. As pessoas convivem mais e quando prometem alguma coisa, é de verdade. Carioca diz: "vamos marcar um churrasco ou uma praia" mesmo que só esteja querendo dizer "tchau".
Sinto uma falta imensa de amigos com quem contar, com quem me divertir, ou só jogar conversa fora jogando videogame e bebendo cerveja. Eu queria tanta coisa que nem tenho como enumerar aqui (dinheiro, felicidade, viagens, melhor emprego...etc) mas mais do que qualquer outra coisa, queria encontrar esses amigos para chemar de meus.

19 comentários:

Heron Lúcio disse...

Eu também tenho estes dias sabe e olha que mineiro também se despede com "vamos marcar então aquela cerva, na sua ou na minha casa" e este dia nunca chega.

Mas acredito que tudo faz parte de uma fase transitória e sempre há recompensa, já que evoluímos com nossa solidão momentânea.

Carol disse...

Também tenho 20 e poucos anos, sou leão com ascendente em virgem e muitas vezes também me sinto sozinha...acho que é coisa de leonina, que precisa de platéia pra dar show....mas enfim...
Também tenho poucos amigos....mas se tem uma coisa que eu aprendi é que vc só vai ver de verdade quem são estes amigos qdo vc tiver REALMENTE f¨&*&! Se vc ver que nenhum presta....baste-se...se torne sua melhor amiga e veja quantas coisas INCRÍVEIS "vcs duas" podem fazer juntas.....soa meio esquizofrênico, eu sei....mas é sério....faz parte da vida e do nosso auto-conhecimento!

Boa semana pra ti!

Lilly disse...

Acho que é o mal moderno. Todo mundo correndo tanto que não dá conta de manter as amizades. A gente pensa em fazer uma coisa e aparece outro compromisso, e a gente tentando equilibrar os pratos. Ou é mal de leonino mesmo. Eu também sou e sou carente pra chuchu...

RodOgrO disse...

E quando a gente convida não aparece, né? Ah, acho que não conta, sou de SP... hahahahahah

Querida, vc tem amigos sim, mesmo que um pouquinho longe!!! ;)

Fernanda disse...

Poxa.

podemos ser amigas, que tal?

=]


beijo.

Flá disse...

Acho que isso é mal de brasileiro. Eu sou paulistana e já cansei de marcar programas que eu não pretendo fazer de verdade.... Acho que amigos de verdade só sobram poucos nessa vida.


*Não, você não me conhece. Eu nem sei como vim parar aqui!

Julie disse...

poxa, desculpa sair do assunto do seu post, mas vc pode me passar o link ou o tel da tal loja de fãs de star trek q faz uniformes sob medida? é q eu cobiçei tanto, mas taaaaanto, q nem sei...
agora, sobre o seu post, minha receita infalível contra a solidão é: adote um botequim. comece a frequentar, interesse-se pelas pessoas, por seus problemas, por suas alegrias, todo botequim tem as malas clássicas, porém tem toda uma outra fauna q bem pode surpreendê-la. claro q se vc não beber, melhor desconsiderar. beijos e boa sorte. ah, e se quiser q eu te apresente um boteco ótemo, me avise.

idontlikemondays disse...

Também tenho esses "momentos" - aliás, muito mais do que eu gostaria. Mas fazer o quê? Nem sempre (quase nunca) podemos controlar nossos sentimentos.

Achei interessante sua opinião sobre o povo de São Paulo. Eu, que sou paulistana, sempre tivesse a impressão de que cariocas fossem mais amigos, daqueles marcam churrasco e afins e, de fato, cumprem. Pelo jeito, infelizmente, esse afastamento não é característica apenas nossa, e sim de nossa geração. Aquela história de "tempos modernos"...

Carla disse...

Oi!
Eu sou paulista/paulistana, adorei seu post!
Aliás adoro seu blog e sempre leio seus posts apesar de n escrever mto.
Mudei para o Rio há 4 meses e tive essa impressão que vc descreveu no seu post e p mim tem sido bem aparente pq vim p cá sem conhecer ninguém!
Claro que tb é mto pouco tempo para saber sobre amizades mesmo, mas percebi esse distânciamento das pessoas mesmo com a simpatia incrível que o carioca tem, mas agradeço muito a Deus pq tenho mtos amigos de verdade lá em SP e no interior q tem se mostrado cada dia mais amigos apesar da distância e a amizade deles tem me ajudado mto! Mas n substitui a presença né, que faz uma diferença enorme...
Bom, se vc quiser tb podemos ser amigas!
Beijo!

Karine disse...

Olá! Comecei a ler seu blog hoje e o 1o post que leio é justo aquilo que venho sentindo há dias: a solidão. Moro na Espanha há dois anos e sinto muito a falta da calidez, do carinho e das "promessas falidas" dos meus queridos brasileiros. Posso imaginar o que você esteja sentindo porque sofro algo parecido. Não é fácil um dia acordar e se dar conta que, de fato, não há ninguém a seu lado...
:´(

Um prazer em ler seu blog!

Brau disse...

É, B. Carioca é FODA.
Disse bem muita coisa aí.

Me chame de Alê disse...

É o mal desse século! Trabalhar, estudar e viver correndo com o resto. Ainda bem que tem a NET amiguinha, dessa forma agente consegue interagir ainda que seja virtualmente. Bjos.

veronica disse...

Sinto a mesma coisa,e pior,pode rir,queria que meu namorado fosse meu amigo,gargalhou??isso existe?

luzinha disse...

tb sinto uma falta enorme dos amigos q chegavam sem avisar...que abria a geladeira e deitava no sofa sem cerimonia alguma...

Fábio BH disse...

olha... aqui em BH as coisas tbm nao sao muito diferentes disso na linda!...
Mas quero reclamar sim das suas sumidas do blog... me acostumei a ler as coisas q vc escreve e fico ate com saudade qnd vc fica um tempao sem postar como esta fazendo agora!
Se vc quiser posso pegar um voo todo fds pra entrar na sua casa, pegar uma cerveja na geladeira e me jogar no sofa! hehe
Beijos e fica com Deus!

B. disse...

e olha que tem mesmo cerveja na geladeira, heim gente! :-P

Carla, Julie, Fernanda e alê: vamos fazer o bonde das amigas, sim! rs

B. disse...

Julie,
não consegui entrar no link do seu perfil para te dizer, mas comprei a fantasia numa loja bem bacana de SP e eles mandam para o Brasil todo. O site deles é este: http://www.ussbrazil.com/
beijos e boa sorte com a fantasia.

Jacky Alves disse...

B.
tô sentindo falta de novos posts. nós cariocas somos relapsos sim, mas as amizades verdadeiras sempre prevalecem.

mil beijos

Fábio BHz. disse...

Oba!!! Me convida pra tomar entao! Pq mineiro é recatado, nunca chega entrando sem um convite! rs
B-joo!