07 abril 2006

Mais um dia em minha vida_ou_Dá pra tomar uma skol antes?

A cada dia que passa eu tenho mais certeza de que eu sou um eficiente pára-raio de malucos e de que minha vida tem a Fernanda Young (autora dos normais) como roteirista.
Estava eu cobrindo férias do médico que trabalha comigo, então estava saindo às 19h ao invés de 17h. E essa pequena troca de horários deve ter causado um desequilíbrio cósmico que permitiu a liberação de seres completamente loucos para a nossa dimensão...
Pois bem, eram umas 18:30 e eu já estava louca de vontade de ir embora, mas ainda tinham dois pacientes para fazer exame cerebral. Um era uma senhora completamente doida, mas calminha. E o outro era um rapaz jovem, mas que tinha sido consumidor de maconha, cocaína, tranquilizantes e anfetaminas...ah! cigarro também.
Fomos colocar a senhorinha no aparelho, enquanto eu conversava com o rapaz. Nisso, toca o telefone e me chamam.Eu vou atender. É um médico gago:
_Do-do-doutora e-e-eu queria fa-fa-falar sobre um la-la-laudo que você deu.
Eu tiro o telefone do ouvido e olho, sem acreditar para o fone, olho também a minha volta, mas aparentemente não é pegadinha do Faustão, não tem nenhuma câmera escondida. Recoloco o telefone no ouvido para tentar ouvir a criatura ler um laudo de DUAS páginas que eu dei, pois ele não me deixava de jeito nenhum falar nada antes que ele lesse o laudo todo.
Nisso, a senhorinha que já estava embaixo do aparelho começa a se mexer. Eu solto o telefone, corro, explico que vou ter que recomeçar o exame do início, que são 20 minutos sem mexer e ela já estava no 10.Conto até 1000 e reinicio o exame da velha (nesse ponto é velha, senhorinha é a putaqueopariu!).
Daí vem o drogado, entra na sala me olha e diz:
_Pô, Dra, esse aparelho é mó viagem...parece a nave do Dr. Spock. Aliás a senhora é sinistra...tenho certeza que você tem tipo assim, um poder feminino, acho que a senhora lê mentes...a senhora leu a minha mente?
A paciente começa a querer se mexer. Eu grito. O drogado continua seu monólogo:
_Pô doutora, a senhora é muito estressada, vou trazer umas fitas de relaxamento para você ficar bem zen...
Eu lembro do médico gago ao telefone, atendo. Dou uma cortada na criatura, consigo terminar o exame da velha, derrubo o drogado na maca e faço o exame mais rápido possível.
Saio da clínica correndo sem olhar para trás. Entro voada na van. Agora sim. Calma, silêncio...
fecho meus olhos e sou acordada por uma mão na minha perna. Assustada abro os olhos e dou de cara um adolescento de uns 15 ou 16 anos me olhando com a mão na minha perna.
Tarado adolescente filho de uma ronca e fuça! Já não tenho mais forças. Dou uma risada que o deixa constrangido e o faz saltar dois pontos depois.
Agora sim. Caaaaaaaaaaaaaaaaaasa.Pelo menos até amanhã...

12 comentários:

B. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Mythus disse...

Já começou a usar as fitas de relaxamento?

Abandonou o Haloscan?

Pantera disse...

Nooooossa! E eu que achava que tinha uma "louca vida" ! Se quiser estarei doando o nome do meu blog pra você! hehehehe!

Luis Mauro disse...

Bom, comigo é sempre assim tb, (tirando o rapaz que põe a mão na sua perna) KKKKKKKKKKKKKKKKK

Beijos querida, e nossas vidas são uma loucura, e isso que é bom. rsrs

Cinthi@ disse...

Nossa naum estava conseguindo comentar, sou filha do haloscan!
Nossa q gente doida hein?!Nossa e o muleque tarado! eu teria tido um acesso de fúria!!!!

Brau disse...

Hahaha!

Gente, que doideira!
Esses seres quando resolvem adentrar a atmosfera terrestre é um horror - conheço vááários deles.

Beijos.

zander catta preta disse...

Mas não é que essa mulher é irresistível? :D

luma disse...

Não escutei o barulhinho da latinha sendo aberta! Que horas tomou a Skol? (rs*)
Bom fim de semana! Beijus

Anônimo disse...

Excellent, love it! Fax von tengen suzuki outboard motor repair instructions http://www.first-time-anal.info Toshiba laptop memory computer internet voice over ip problems Remarry ex after divorce chicago illinois meridia attorney bed cover subaru baja Liposuction surgery.com edemco stand dryers Area rugs 0.02 Nude thai babes 1976 gmc rv birchwood Online casino no deposit bonus coupons herbal+skin+care toon sex games Driveway edge ideas Ip multimedia over voice hair loss preventio voip phone rates

Anônimo disse...

Best regards from NY! » » »

"Mr. R" disse...

Tenho a impressão de ja ter postado nesse post!

mas fiquei me perguntando!
oq sera que aconteceu depois que saltou da van e foi pra casa!

Mário Cesar Filho disse...

Incrível como em toda profissão passamos por perrengues inacreditáveis que, depois de passados, se tornam ótimas crônicas. Não sabia que era médica, por isso gostei mais ainda do texto. Leve, descontraído, inteligente e fácil de ler. Você é mais um daqueles que erraram de profissão? Enxergo essa cena em uma peça de teatro, até porque um gago, uma velha e um drogado parecem personagens típicos de comédia! Parabéns pelo texto!
Aliás, gostei da idéia de resgatar post antigo para quem não pôde ler ou pelo menos não conhecia antes seu blog! Bjs