26 setembro 2006

E quem explica?

Hoje eu atendi uma mulher de 40 anos que era professora de yoga, fazia caminhadas regulares, sempre foi vegetariana e adepta das comidas orgânicas e naturais (desde os 15 anos), nunca bebeu, nunca fumou, não é diabética, nem obesa ou hipertensa, mas... ENFARTOU!
Vocês têm noção? Ela não tinha NENHUM fator de risco, nem historia familiar! A primeira coisa que fazemos com um paciente enfartado é uma mudança de hábitos. Mas essa mulher já tem os hábitos mais saudáaveis que alguém pode ter, além de ser jovem.
Nessas horas, a gente pensa:
já que é pra morrer enfartado, que a gente morra comendo picanha com cerveja!

12 comentários:

Mythus disse...

Ela é adotada e não sabe.

Eu conheci um cara que tinha tudo normal igualzinho, pressão 12 por 8, crente, menos de 40, casado, lar bem estruturado. Um dia acordou, enfartou e morreu, mal a esposa acordou direito para perceber o que estava acontecendo. Foi fulminate. Diz ela que nem acha que era excesso de trabalho (funcionário público do TRE), mas acha que foi preocupação, mas no checkup dava tudo ok.

Hades disse...

E fazendo sexo...

B. disse...

É Mythus, confesso que não tinha pensado nesta possibilidade...

E... Hades, fazendo sexo sempre! Afinal, não deixa de ser um exercicio aerobico. ;-)

B. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

depois dessa não vou modificar meus habitos alimentares, vou mesmo é comer picanha, linguiça, cheeseburguer, enfim tudo que adoro, regado de VÁRIOS chopps geladinhos...bjs

Rafael disse...

Sei lá, minha vó bebe, fuma (desde os 10), tá com quase 80 e não tem nada (fora uma osteoporose que tá surgindo aí). Um priminho meu de 5 anos tá diabético. Essa tia aí enfartando... Eu não sei se vou tá vivo amanhã... Aí continuo com os meus péssimos hábitos (só não fumo). Melhor 10 anos a mil que mil anos a 10??
Bjs

zander catta preta disse...

Tem um texto do Veríssimo sobre isso, do professor de ginástica que fazia todo mundo ralar feito mandioca e infarta em casa. A turma vai, triste, solene, beber a partida do professor e amigo no botequim da esquina. Com direito a torresminho e cachaça.

Raqz disse...

acho q psicóloga não devia opinar nessas coisas... mas enfim... escuto tto q falar se torna cada dia mais essencial!!! :D bom pra mim, mal pra vc!!!

pode ser mal do coração... ela é mega saudável e etc, mas... pode ter as questões dela e o lugar mais fraco, onde essas questões encontram válvula de escape é o coração mesmo...

pronto, falei! mas tb não precisa acreditar em mim rs

tá certo q não sou exemplo de vida saudável pra ngm, mas... há algo mais saudável q sentir-se feliz?!?! ;) i don't think sooo!

beijocas!

B. disse...

Zander
Não conhecia este texto do Verissimo, não. Mas é o mesmo que senti ao conversar com esta paciente.

Ragz,
não duvido do que vc diz, não. Mas esta paciente era tão aalto astral, tão de bem com a vida... Claro que não conversei a fundo com ela e de repente ela tem algum problema sério, mas tenta sublimar...

Luis Mauro disse...

Bem.... minha mãe nunca fumou, bebeu e sempre se alimentou bem; teve que fazer uma operação no coração com 31 anos...
Meu pai fumava feito cão, só bebia bebidas fortes, sedentário que só, comia de tudo, aí um dia um medico chega e fala que ele tem que parar com tudo isso pq ele tem grandes chances de enfartar, depois de 5 anos sem fumar, beber, comer gorduras e fazer exercicios, morre de ataque fuminante....
Vai entender rsrsrs... =/
Beijos querida!!!

Dani F. disse...

Vou rever meus conceitos... afinal sedentarismo e sobrepeso..sabe como é..
Oi tudo bem B?
Venho via blog da Veridiana, 30 e alguns, dar uma espiada por aqui.
pelo jeito és da área da saúde...
Beijo e apareça..

Aztronauta disse...

Concordo contigo B. Em gênero, número e garu. Já que vamos todos morrer, pelo menos deixa eu aproveitar um pouquinho... Ah, e pede mais um chopp pro garçom que o meu acabou...