07 fevereiro 2008

Erro

Meu erro foi acreditar que a música ia tocar outra vez.
que as palavras eram eternas
que os braços estavam ainda à minha espera
Meu grande erro foi acreditar
que o ponto final eram apenas reticências...

9 comentários:

Breno disse...

Explicitamente implícita, foste sucinta e claramente confusa.
Mas, se o doutor não explica, pelo menos conhece bem o erro de acreditar no que não é ou não será.
Bjo

Poderosa disse...

Sei exatamente como eh!
mas ainda estou acreditando nas "..."
bju

Taynara disse...

Simples, bonito e triste...

Bjs,

R. disse...

Sei bem, xuxuzito. Tomei A rasteira anteontem. O que fazer???

Desencanei.

Bjs

"Mr. R" disse...

quem nunca errou!!!

bem vinda ao time!

Ingrith disse...

Como a poderosa eu ainda acredito nas "..."

Mythus disse...

Mas a música ainda vai tocar de novo, com outro pano de fundo.
E nem foi a primeira vez que você ouviu aquelas mesmas palavras
Só não comentarei dos braços, mas...
Se sairmos deste foco, vemos dois pontos.

langriss disse...

ao menos fica a lição, certo?

Fábio disse...

Isso não é erro.
É apenas uma interpretação equivocada.
Acontece.
O passo mais importante você acabou de dar: reconheceu que ali existe um ponto final, e não uma reticências.
Respire.. corra.. respire.. corra.. vai dar tudo certo.