05 maio 2006

Qual a sua graça?_ou_Princesa Isabel é pouco...

Não aguento a necessidade que algumas pessoas tem de afirmar e reafirmar seu sobrenome completo. Quase como um mantra. Talvez seja algum tipo de crise de identidade, vai saber... Aí acontecem coisas como a situação insólita que descrevo a seguir.
Fui chamar uma paciente para fazer um exame, como ela tinha um nome de princesa (mais de 4 sobrenomes), gravei os dois últimos e fui à sala de espera:
_Senhora Maria das Graças Abreu Fialho.
Sem resposta. Repito a pergunta olhando ao redor:
_Senhora Maria das Graças Abreu Fialho?
Aí uma moça no fundo da sala levanta, põe as mãos na cintura e diz desafiadora:
_Roquete Pinto?
Porra! Era só o que me faltava...a mulher queria que eu a chamasse pelo nome COMPLETO. Eu nem discuto. Finjo que não escutei e repito:
_Senhora Maria das Graças Roquete Pinto Abreu Fialho.
Aí a criatura me segue com cara de bunda.
Puta merda. Como diria a Roberta (blogueira que não conheço, mas admiro) o mundo é REALMENTE muito estranho...

Ps: O nome utilizado é fictício para proteger a identidade da personagem. Seu rosto também aparece desfocado e sua voz anasalada no video pelo mesmo nobre motivo.

10 comentários:

Bennie disse...

Putz! Como tem gente chata nesse mundo!

Eu trabalho em uma clínica e às vezes parece que os chefes da gente são os pacientes, não os médicos, não é verdade? :-O

Pensei que isso só acontecia por aqui... tem cada história que chega a ser cômica de tão trágica.

Um beijão, bom final de semana e deixa os perfazidos pra lá!

Bourbon prá dois disse...

kkkk, aqui na cidade onde moro tem dessa de sobrenome. Vc tem q usar prá identificar a pessoa pq, como no meu caso, é tanto Rafael q gera confusão. "Que Rafael?" "o Hoffman". Aí fica, Otávio de Castro, Otávio Lacerda... Ou, pros mas íntimos, Melão e Beção.

Manns, no hospital, haha. Essa daí era socialite, fazer o q??

E no caso da música, lá no bourbon, só vc entendeu o sentido da coisa...

Que coisa!

Bjs!

elisa disse...

é verdade... de fato as vezes falta inspiração... é que qdo agente tá carente, sensivel, tudo é motivo, né? rsrsrs
mas brigadao pela força!!!
:)

Mythus disse...

Eu trabalho com cadastros. O caso é diferente. A pesoa chega e preenche o cadastro: "Maria José Braga", encomenda o serviço e volta dois dias depois: Qual o seu nome? "Maria José Coutinho". Procura e não acha, pergunta quantas peças deixou, acha uma Maria José Couto, mas não confere os dados, pede pra dizer o nome completo: "Maria José Rubens Coutinho Braga". Procura e não acha, daí se tem a maravilhosa idéia de procurar por número de telefone, ela não lembra se deu o do trabalho, de casa ou o celular, por fim, se acha 4 registros diferentes dessa mulher. Nenhum com a identidade ou CPF porque ela anda sem documento mesmo... :^/

Oksana disse...

Eu acho super desagradável quando não me chamam pelo meu nome completo.
Beijo,
Oksana Alcântara Xavier de Paula Albuquerque Figueiroa Gonzaga Pascoal de Castro Melo Teixeira Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon Maciel

Brau disse...

Volteeeeeeeei, enfiiiim! Você que, como eu, vive o drama do relacionamento à distância, sabe BEM o meu pânico né? :) Minha placa (filha da) mãe também foi pro espaço. Aposto que agora estão, a minha e a sua, dando boas gargalhadas da nossa cara...
Mas enfim. Essa de nome completo é realmente o fim. Acho que é pra se auto-afirmar, mesmo. O que dá nessa gente hein? Credo.

PS: avião pousou no Rio ontem e o celular tocou às 7 da noite. Aaaaaaahhhh, coisa boa! ;)

Beijos.

faty disse...

Isso e' gentinha complexada que acredita que um nome comprido faz eco,e superioriza...o meu nao tem fim, ih ih...e eu nao me afirmo pelo nome ate' que nao ha' nome que revele um bom caracter,ou uma familia amiga.Faty.o meu nome...

Anônimo disse...

This is very interesting site...
» » »

Anônimo disse...

Very nice site! » »

Anônimo disse...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. film editing classes