10 fevereiro 2006

Desculpem! Momento de chorar as pitangas

Eu ODEIO blogs e posts cheios de lamentações e depressão porque querendo ou não você lê uma coisa deprê e entra no clima. Por isso evito certos assuntos aqui no blog, mas hoje não consegui resistir até porque essa joça é sobre minha vida ou não é, seu Chacrinha?
Pois então: tenho pensado muito no meu ex noivo. Gosto dele e sinto muitas saudades, especialmente quando me dão notícias e dizem que ele não anda bem com a atual namorada e que perguntou se estou bem...
É foda, porque eu sei perfeitamente que se ele realmente estivesse mal com ela, simplesmente NÃO ESTARIA COM ELA. E também porque se ele realmente quisesse saber de mim, do tipo pensando numa volta, ele ME ligaria.
Também sei que no final do namoro, ele já não gostava mais de mim como namorada, apesar de sentir muito carinho e amizade por mim. Mas é duro.
Dói muito...

7 comentários:

vivi disse...

Olha B.nesse quisito coração eu sou pessima concelheira...mas ja sofri bastante com o meu...sabe como é..canceriana e romantica é foda...mas a gente aguenta.Mulher sempre sera superior aos homens...e isso ninguem me tira da cabeça.

Obrigad pela visita.

zander catta preta disse...

been there, done that...

mas a lusitana roda... e como!

thiago disse...

Onde é mesmo a saída do labirinto?

Mythus disse...

Posso me atrever a comentar sobre esse assunto?
Vamos supor duas pessoas que são totalmente fictícias. Ela super-dependente dele e provavelmente era tão dependente porque não queria que terminassem. Ele gostava de ser prestativo e passaria por cima de um trator por ela. Legal. Se amávam e tal. Foi assim por anos, dai apareceram os conflitos, términos, namoros-relâmpago, retornos. Foram 7 anos até que ele disse pra si que não dava mais. Quando terminou, foi de vez. Pior de tudo é que ele passou 4 anos para, de fato, terminar.

Até hoje ele se preocupa com ela, não liga, mas se sente feliz por ela estar bem.

Mythus disse...

Amor é arrumar sarna pra se coçar, não é? Mas é tão gostoso quando alguém coça nossas costas, não? :^)

Continuando aquela história hipotética, para te dar mais ânimo (e não continuei porque achava que não vinha ao caso):

Ela casou em e viveu feliz para sempre. Ele não.

Dudu disse...

Faço minhas as palavras do zander, sendo que no meu caso foi BEM recente. Nada como o tempo... tambor de todos os ritmos (como disse Caetano)

Anônimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP »